Poema de amor n°3

Como a luz
que brilha na escuridão.
Como a noite
que escurece a visão.

O que mais é o amor?

Para cada pessoa,
Para cada poeta,
Para cada amante,
Em cada verso brega.

Quem pode descrever?

Vão dizer que foi assim
Que era, é, e vai ser.
Que doeu,
que salvou,
que foi legai,
que foi,
e não vai mais ser (graças a Deus)

Eu digo que é
E está sendo
Com muitos gerúndios posso dizer:
‘Que vai estar sendo melhor’.
Com muita redundância posso dizer,
por experiência:
‘que vai estar sendo melhor e mais bom’.
E faz bem.

E quando não fizer?

Para isso existem outros poemas.

– Lívia Catarina (LívCat) –

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s